Projeto Biomas Logo do Projeto Biomas

No Brasil a mão que produz é a mesma que preserva o meio ambiente

Realização:
Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Embrapa
"> // 03/04/2019

Projeto Biomas e UNIFESSPA atuam mais uma vez em conjunto no Sudeste do Pará

Amazônia, amazônia, Projeto Biomas, UNIFESSPA
Projeto Biomas e UNIFESSPA atuam mais uma vez em conjunto no Sudeste do Pará

Em 29 de março de 2019, os alunos do curso de Agronomia da Faculdade de Ciências Agrárias de Marabá tiveram aulas práticas das disciplinas “Manejo, Conservação e Classificação do Solo”, “Física do Solo” e “Microbiologia Agrícola” na área experimental do Projeto Biomas na Amazônia. Cerca de 30 discentes foram orientados no campo pela professora Dra. Andréa Hentz de Mello, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), integrante do comitê regional do Bioma Amazônia no projeto.

“Considerando o contexto do meio rural amazônico, no que se refere ao tipo de profissional de Agronomia adequado à realidade regional, é indispensável que este profissional tenha uma formação eclética e generalista com capacidade técnica para diagnosticar e solucionar, de forma holística, os problemas tecnológicos gerenciais e organizacionais das distintas etapas do empreendimento agrícola”, afirmou Andrea. “Assim, essas aulas práticas objetivam aprofundar os conceitos vistos em sala de aula, e o projeto Biomas na Amazônia proporciona este aprendizado, uma vez que nos experimentos implantados os conceitos estudados em sala de aula são claramente visualizados e interpretados”, complementou.

Após a apresentação do Projeto Biomas na Amazônia e de todo o seu histórico, objetivos e importância da pesquisa para a região sudeste do Pará, os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer todas as pesquisas conduzidas na região, especialmente os sistemas integrados de produção, como a integração lavoura-pecuária-floresta, e as plantações florestais com espécies de rápido crescimento (eucalipto e paricá). Os resultados parciais foram apresentados, com referências aos principais conceitos ministrados nas aulas das disciplinas referidas, como a importância geomorfológica da área de produção, os fatores de formação do solo, tipos de solos, relação solo x planta, fertilidade dos solos, textura, estrutura e agregação do solo, importância das bactérias promotoras de crescimento de plantas e fungos micorrízicos na associação de raízes de plantas nativas, manejo e sustentabilidade agrícola.

Sobre o Projeto Biomas

O Projeto Biomas, iniciado em 2010, é fruto de uma parceria entre a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com a participação de mais de quatrocentos pesquisadores e professores de diferentes instituições, em um prazo de nove anos. Os estudos estão sendo desenvolvidos nos seis biomas brasileiros para viabilizar soluções com árvores para a proteção, recuperação e o uso sustentável de propriedades rurais nos diferentes biomas.

O Projeto Biomas tem o apoio do SENAR, SEBRAE, John Deere e do BNDES. Na Amazônia, o Projeto Biomas é conduzido na área experimental da Fazenda Cristalina, em São Domingos do Araguaia, PA, e na área de referência da Fazenda Taboquinha, em Marabá, PA. No Bioma Amazônia, o projeto é coordenado pelo Dr. Alexandre Mehl Lunz, da Embrapa Amazônia Oriental, com apoio da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) e diversas outras instituições de ensino e pesquisa.

 

Compartilhe: